Felicidade promove vida longa e saudável, diz estudo



A felicidade pode realmente ser um dos melhores remédios disponíveis para nós, sugere um novo estudo publicado no periódico JAMA Network Open.


Pessoas que se declaram felizes consigo mesmas e com seu bem-estar tendem a viver vidas mais longas e saudáveis ​​do que aquelas que se dizem tristes, revelaram pesquisadores da Universidade College London, no Reino Unido.


Mulheres na faixa dos 50 anos que relataram curtir suas vidas tinham uma expectativa de vida estimada em quase 37 anos a mais, comparado a 31 anos daquelas que se sentiam deprimidas e infelizes. O mesmo aconteceu com os homens ao redor dos 50 anos. Os que se declaravam felizes tinham uma expectativa de vida de 33 anos a mais, ante 27 anos dos que não se diziam contentes.


Homens e mulheres mais felizes também tendem a envelhecer melhor e desfrutar de mais anos sem incapacidades e doenças crônicas.


Vamos ser felizes e saudáveis?!



Cuide de você, cuide do seu coração, tenha um cardiologista de confiança.

Dra. Kécia Amorim

Médica Cardiologista

CRM GO 13874

RQE 10821



AGENDE UMA CONSULTA


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo