Você sente dores no peito quando pratica atividade física?


Todo mundo sabe que fazer atividade física faz muito bem para o coração. Porém, quem pratica atividade física regularmente não está 100% blindado de problemas cardíacos.


Algumas doenças, inclusive, podem até manifestar sintomas durante o exercício.
A dor no peito que aparece durante a atividade física merece atenção.

Se a dor é do tipo aperto ou queimação, de caráter intermitente ou seja, vai e volta, que dura vários minutos e que é ocasionada pelo esforço físico, tipo assim: aparece durante a caminhada e cessa durante o repouso você pode estar diante de um quadro de angina! (é muito comum o paciente descrever a dor encostando o punho fechado em frente ao peito, para mostrar que a dor é em aperto). Junto com a dor, costuma haver sintomas como falta de ar ou respiração mais ofegante, enjoo, vômitos, palidez e suor excessivo ou frio. E a angina pode ser estável ou instável levando até a um quadro de infarto!


Os sintomas de angina podem ser diferentes pincipalmente nas mulheres, pacientes com diabetes e pessoas mais idosas. Em vez da típica dor no peito, sentem-se cansaço inexplicável e dor abdominal.


É um erro comum achar que a dor no peito é consequência da falta de preparo. A falta de condicionamento físico não gera dor no peito, e sim falta de ar aos esforços.

Outra causa cardíaca de dor no peito durante a atividade física são as arritmias. O correto é parar a atividade. O grande problema é que o atleta sempre tenta continuar um pouco para ver até onde consegue prosseguir. Isso é errado, porque os sintomas podem levar a complicações graves.


Doenças respiratórias como asma, bronquites também podem apresentar sintomas de dor no peito durante exercícios físicos.


Na respiração, principalmente durante a prática de atividades físicas, é essencial buscar ao máximo o uso da musculatura do diafragma, ou seja, movimentando o abdômen e não o tórax. A respiração ideal deve ser mais lenta e profunda, com pausas inspiratórias e expiratórias naturais.


É importante também buscar o tratamento para rinites, alergias e outros problemas que obstruam as vias nasais, já que a respiração pela boca pode trazer algumas complicações. Como o nariz tem mecanismos para filtrar, aquecer e umidificar o ar, a respiração bucal acaba enviando um ar mais carregado de impurezas, o que pode prejudicar quadros de asma e bronquite, além de favores infecções no trato respiratório.


As dores osteomusculares também são uma importante causa de dor no peito durante a atividade física. A dor é tipo pontada ou continua, que pode ser desencadeada ou exacerbada pelos movimentos dos músculos e/ou articulações produzidos pela respiração. Palpação cuidadosa das articulações ou músculos envolvidos quase sempre reproduz ou desencadeia a dor.


Somente o médico saberá a real causa do problema e se você pode ou não continuar a atividade física.


Atualização da Diretriz em Cardiologia do Esporte e do Exercício da Sociedade Brasileira de Cardiologia e da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e Esporte – 2019

Arq Bras Cardiol. 2019; 112(3):326-368



#drakeciacardiologista #cardiologistagoiana #angina #dornopeito #goiania #medico #folowme



Dra. Kécia Amorim

Médica Cardiologista

CRM GO 13874

RQE 10821


AGENDE UMA CONSULTA



#drakeciacardiologista #cardiologistagoiana #bebidasenrgeticas #energeticos #goiania

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo