É seguro que mulheres com doenças cardíacas engravidem?


Se você tem um problema cardíaco, pode estar se perguntando se isso interferirá nos planos de começar uma família. Mas ter uma doença cardíaca não significa necessariamente que você não deva engravidar. Tudo vai depender do seu diagnóstico e de como você está sendo tratada.


Alguns tipos de doenças cardíacas podem representar um risco tão alto para a mãe e para o bebê que a gravidez não é recomendada. Outras patologias quando tratadas e acompanhadas não contraindicam a gestação.


Durante a gravidez, seu coração precisa trabalhar mais por causa das alterações que acontecem no coração e nos vasos sanguíneos.


O coração precisa bombear até 50% mais sangue e a freqüência cardíaca aumenta de 10 a 20%, o que pode ser arriscado em mulheres com doenças cardíacas.


Algumas alterações podem incluir:


  • Um aumento no volume de sangue (a quantidade de sangue no corpo)

  • Um aumento no débito cardíaco (a quantidade de sangue bombeado pelo coração a cada minuto)

  • Um aumento na frequência cardíaca

  • Uma diminuição na pressão sanguínea


Essas mudanças ajudam a garantir que seu bebê receba oxigênio e nutrientes suficientes.


Os níveis de pressão arterial são incrivelmente importantes quando se trata de gravidez. Se você tiver pressão alta durante a gravidez, converse com seu médico. Dependendo dos níveis vai precisar de medicamentos para controle.


Se você tem uma doença cardíaca, é importante que você seja avaliada antes de engravidar para descobrir se seu coração será capaz de tolerar as alterações adicionadas.


Inicialmente, você deve ser avaliado por um cardiologista e um especialista em gravidez de alto risco (obstetra) que vão trabalhar juntos.


Muitas mulheres saudáveis ​​apresentam sintomas como fadiga, diminuição da tolerância ao exercício, palpitações cardíacas, tontura, inchaço das pernas ou falta de ar durante a gravidez. Estes são semelhantes aos sintomas de doenças cardíacas.


Sempre relate estes sintomas o mais rápido possível.


Existem várias medidas que um médico pode adotar para ajudar mulheres grávidas com problemas cardíacos - elas começarão observando-as mais de perto durante a gravidez.


A gravidez é um momento as vezes estressante, com muitas preocupações. Se você tem excelentes médicos pra te ajudar, te auxiliar, te orientar, com certeza vai poder usufruir desse momento de forma harmoniosa e prazerosa, com tranquilidade, com alegria, com segurança!

Saiba escolher bons profissionais!


Dra. Kécia Amorim

Médica Cardiologista

CRM GO 13874

RQE 10821


AGENDE UMA CONSULTA



#drakeciacardiologista #cardiologistagoiana #gravidez #prevencao #cardiaco #goiania

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo