Coração partido. Pode virar doença.


A Síndrome do coração partido, também conhecida de Cardiomiopatia de Takotsubo , é um problema raro que provoca sintomas semelhantes aos de infarto, como dor no peito, falta de ar ou cansaço, e que surge em períodos de grande estresse emocional, como durante uma separação ou após o falecimento de um familiar, por exemplo.


Essa alteração usualmente é desencadeada por situações de estresse agudo emocional ou físico, seja a morte de uma pessoa querida, a perda do emprego, o rompimento de um relacionamento afetivo, um acidente automobilístico com graves consequências, crises de asma.


Olha que interessante: Até saber que acertou os seis números da Mega-Sena em dia de prêmio acumulado, assistir à vitória da seleção de futebol ou receber uma promoção inesperada pode também funcionar como fatores de risco para a manifestação da síndrome.


Geralmente, esta síndrome surge em mulheres com idade perto dos 40 anos, mas pode surgir em qualquer idade, afetando também homens.


De maneira geral, situações que despertam forte emoção provocam aumento na produção de adrenalina e de outros hormônios do estresse pelas glândulas adrenais. Essa descarga de adrenalina na corrente sanguínea determina um estreitamento temporário nas artérias que irrigam o coração e interfere no funcionamento do músculo cardíaco. Como resposta, o organismo pode produzir sintomas semelhantes aos do infarto agudo do miocárdio em pessoas predispostas, mas sem nenhum sinal de doenças obstrutivas nas coronárias.


Em geral, a síndrome do coração partido dura de sete a 30 dias, tem evolução benigna e prognóstico favorável, já que não deixa marcas permanentes no coração. Raros são os casos em que a doença pode levar o paciente a óbito.


Portanto a resposta é sim! Grandes emoções podem causar síndromes cardíacas graves!

Cuide-se! Não existe nenhuma fórmula eficaz para prevenir a síndrome do coração partido, mas é fundamental estar sempre alerta a fim de identificar os agentes estressores que podem provocar danos no organismo. Nesse sentido, a prática regular de exercícios físicos já demonstrou sua eficácia no controle do estresse que sobrecarrega o coração.


E não atribua exclusivamente ao estresse ou às condições adversas que atravessa no momento, sintomas como dor no peito, falta de ar, cansaço extremo e batimentos cardíacos irregulares. Procure atendimento médico sem perda de tempo para avaliar as condições cardiovasculares e receber o tratamento indicado, se necessário.


Dra. Kécia Amorim

Médica Cardiologista

CRM GO 13874

RQE 10821


AGENDE UMA CONSULTA



#drakeciacardiologista #cardiologistagoiana #coracaopartido#prevencao #sindrome #goiania

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Desde 2019 | Todos direitos reservados | Dra. KÉCIA CRISTINA FARIA DE OLIVEIRA AMORIM

 desenvolvido por View Network